Vídeo: Cão de Campo Alegre aprende a buscar pinhas que caem em rios e lagos

Com o trabalho de Spike, a colheita de pinhão da família Biaobock não teve mais perdas

Durante as entrevistas para a grande reportagem ‘Em Campo Alegre, tradição da colheita do pinhão atravessa gerações e observa mudanças na natureza’, o agricultor campo-alegrense Ivo Luis Biaobock, 49 anos, que trabalha há 30 anos com a colheita do pinhão, contou um fato inusitado: nos últimos anos, ensinou o Spike, cão da propriedade, a ajudá-lo na colheita, buscando as pinhas que acabam caindo dentro de rios e lagos.

Veja o vídeo:

Gravação: Herison Schorr

Segundo o agricultor, algumas pinhas acabavam se perdendo durante a coleta em araucárias próximas de rios, pois eram levadas rapidamente pela correnteza. Mas, agora, com os cuidados de Spike, que fez do trabalho uma diversão, não houve mais perdas na colheita do pinhão.

Siga o Folha Norte SC no Facebook e receba mais notícias de Campo Alegre e região!

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*