Secretaria de Saúde de Campo Alegre apresenta balanço de ações

A Secretaria de Saúde de Campo Alegre concluiu o balanço das atividades desenvolvidas entre o início de janeiro e o fim de novembro deste ano.

Nas Unidades Básicas de Saúde do Município foram realizados 226.880 atendimentos/procedimentos. Destes 25.517 foram consultas médicas. Em termos comparativos, em 2020 foram 19.363 e, em 2019, 23.423 consultas. Os números são considerados ótimos uma vez que neste ano houve a baixa de 4 médicos e outros 2 que tiveram períodos de afastamento para tratamento de saúde, sendo que a equipe médica foi restabelecida somente agora na metade do segundo semestre com a força tarefa realizada para contratação de novos profissionais. Atualmente a equipe da Secretaria de Saúde conta com 100 servidores.

Um dos números que chama atenção pelas grandes filas sempre existentes é a procura por atendimentos de fisioterapia, que hoje conta com as duas profissionais do município e com parceria com a Clínica Escola da Unisociesc. A equipe da Secretaria de Saúde e da Unisociesc realizaram 3.664 atendimentos de fisioterapia.

Outro número que chama atenção são os Exames Laboratoriais 47.002 exames totalizando um valor de R$ 242.531,46, e receitas atendidas na Farmácia Básica 36.067 totalizando um valor de R$ 339.365,10.

Quanto às consultas especializadas foram 4.153 atendimentos, como por exemplo 1.226 consultas de ortopedia, 378 consultas de cardiologia e 198 consultas urologia. Já os exames e procedimentos especializados totalizaram 5.766, como por exemplo 1.292 ultrassonografias, 407 tomografias  e 359 ressonâncias computadorizadas.

A maioria dos usuários do SUS utiliza o transporte disponibilizado pela Secretaria de Saúde, cuja frota percorreu pelo menos de 482.052 km, pois a maioria absoluta de atendimentos especializados é realizada fora de Campo Alegre.

A manutenção do Hospital São Luiz/Instituto Santé é de extrema importância para os atendimentos de saúde da nossa população, e a partir de julho/21 o município passou a repassar mensalmente o valor de R$ 215,483,77 para manutenção dos atendimentos de urgência e emergência. Assim como mantém o convênio com o Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra que atende a população do Município com consultas e exames especializados.

Durante o ano, houve ampliação no número de consultas e exames especializados contratados através do Cisnorte, aplicando os recursos na sua integralidade.

Outro dado que chama a atenção são as faltas dos pacientes em consultas e exames agendados pela rede pública de saúde. Somente neste ano somaram o percentual de 33,28% dos agendamentos, ou seja, de cada 100 pacientes agendados pelo menos 33 faltaram. Conforme a Secretária de Saúde, Rosana Emília Greipel, o absenteísmo nas consultas e exames prejudica não só a organização da pasta como também os outros pacientes que estão aguardando na fila por atendimento. Quando um paciente deixa de comparecer a um atendimento agendado todos são prejudicados.

Existe um número que retrata o quanto os servidores da Secretaria Municipal de Saúde trabalharam neste ano. Foram aplicadas até 30/11/21, 29.053 doses de vacina, enquanto a média anual era de 10.000 doses. É claro que isso é fruto da vacinação contra a Covid-19. Fazemos questão de ressaltar esse número, para enaltecer todos os servidores, pois todos de uma maneira ou outra participaram e continuam participando desse processo. É necessário dizer que sem o comprometimento e a dedicação da equipe, Campo Alegre não teria os resultados que tem quanto a cobertura vacinal contra a Covid-19.  

Quanto às doses de vacinas contra a Covid-19 aplicadas, até o dia 20/12/2021, 21.383 doses sendo 10.014 primeira dose, 9.772 segunda dose, 379 dose única e 1.597 dose de reforço em Campo Alegre, totalizando percentual de 86,75% da população com a primeira dose, e 81,56% da população com a segunda dose. (dados retirados do www.dive.sc.gov.br em 21/12/2021)

Neste ano, também foram intensos os atendimentos relacionados à Covid-19. Ao todo, a ala Covid atendeu 3.480 pacientes, tendo positivados 1.862 pacientes, sendo que destes casos somente 5% precisaram de internação hospitalar. Esse ponto demonstra quão efetivo foram os atendimentos nas Unidades de Saúde do Município.

Outras ações

Também no balanço apresentado pela Secretária constam valores recebidos por meio de emendas parlamentares destinadas ao custeio do setor. São R$ 500 mil do Deputado Federal Carlos Chiodini e R$ 100 mil do Deputado Federal Rodrigo Coelho para custeio da atenção básica.

Foram retomados os atendimentos em grupo para a prática de pilates onde foram realizados 835 atendimentos nos grupos ativos no Centro, Bateias de Baixo, Bateias de Cima e Fragosos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*