Seca no Paraíso das Águas: Garuva surge em relatório estadual de estiagem

Município poderá registrar alguns danos nas culturas, pastagens, córregos, além de contabilizar reservatórios e poços com níveis baixos, estimulando campanhas para racionamento de água

Garuva está entre os 147 municípios catarinenses que enfrentam a chamada ‘seca moderada’, segundo o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres. Com esta condição, que ocorre entre 5 e 10 anos, o então Paraíso das Águas poderá registrar alguns danos nas culturas, pastagens, córregos, além de contabilizar reservatórios e poços com níveis baixos, estimulando campanhas para racionamento de água.

Situação da seca em Santa Catarina: Arte: Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres

A situação mais grave é no Oeste catarinense, com municípios que estão registrando seca extrema e pouca previsão de chuva para os próximos meses. Apesar do cenário com a vazão reduzida, o relatório afirma que, em Garuva, a situação dos rios do município ainda está normalizada.

Antes e depois do rio São João, em Garuva. Foto: Herison Schorr

De acordo com o relatório apresentado no mês passado, foram de poucas precipitações, entre 16 e 20 dias sem chuva em Garuva, o que é comum para esta época do ano. Para setembro, a previsão é que o acúmulo de chuva fique próximo da média para o mês. Nós próximos seis meses, a previsão é de agravamento da estiagem e o índice hídrico pode chegar a 50% abaixo da média, prejudicando o armazenamento de água em 2022.

Leito seco do rio São João próximo à Pedra da Judite: Herison Schorr

Em junho deste ano, dona Maria de Lourdes da Silva, de 67 anos, que armazenava água da chuva para utilizá-la, lembrou com saudade dos tempos prósperos em sua pequena chácara, localizada na rua do 15, quando a abundância da água vinha direto de uma fonte, na serra. Porém, nos últimos anos, a fonte secou. Ela teve que se desfazer dos porcos, galinhas e patos, pois não haveria água para todos.

Fonte utilizada por dona Maria secou. Foto: Herison Schorr

Parecer da Prefeitura

A situação de estiagem persiste em várias regiões do estado, apesar de Garuva não ter sido atingida com tanta expressão, já que ainda não temos risco de desabastecimento.

Seca em Garuva. Gravação: Herison Schorr

Assim como os demais 147 municípios que estão em situação de seca moderada, o município de Garuva está com a situação de estiagem normal, conforme o boletim nº 28 emitido pelo Governo do Estado. A Prefeitura pretende nos próximos dias realizar uma campanha de conscientização para que as pessoas evitem o desperdício de água.

Cabe ressaltar que a Estação de Tratamento de Água do município recebeu mais um reservatório com capacidade de 500 m³, dobrando a capacidade de reserva do local, além de um novo reservatório que foi construído no bairro Garuva Acima, com capacidade de 100 m³. Demais investimentos estão sendo realizados no sistema de tratamento e distribuição de água do município. Foram realizadas também a execução de obras na captação de água do município com o intuito de otimizar o sistema.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Siga o Folha Norte SC e receba mais notícias de São Francisco do Sul e região

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*