Porto Itapoá é destaque em reunião da FIESC, em Florianópolis

“Há uma oportunidade imensa em Itapoá e região”, afirmou o presidente do Porto, Cássio Schreiner

O Porto Itapoá foi destaque na reunião do Conselho Estratégico para Infraestrutura e a Logística Catarinense da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC). O encontro ocorreu nesta quarta-feira (17/03), na sede da instituição, em Florianópolis.

Para o presidente do porto, Cássio Schreiner, o encontro representa uma oportunidade para debater os desafios e oportunidades da cidade de Itapoá e na região. “Nós pudemos ver na apresentação o número de investimentos e operações que dão atendimento à atividade portuária no município”, afirmou Schreiner, que salientou: “Há uma oportunidade imensa em nossa região. Há cerca de 10 milhões de metros quadrados de área potencial para o crescimento de operações ligadas a atividade portuária no setor de transportes, armazenagem, câmaras frigoríficas, entre outros”.

Outro ponto destacado pelo executivo é a possibilidade de planejar o desenvolvimento, harmonizando os diversos interesses relacionados. “Nós temos aqui a capacidade de propiciar um crescimento de forma organizada, cuidando das questões ambientais e sociais, acomodando esse equilíbrio socioeconômico de forma sustentável”, disse Schreiner.
O presidente apresentou às autoridades presentes – dentre esses deputados da frente parlamentar catarinense – e representantes empresariais, dados e indicadores da empresa, mas também oportunidades que a atividade portuária oferece para a indústria catarinense.

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, ressaltou os benefícios do porto para estado. Entre eles, Aguiar lembrou Santa Catarina é o estado que mais movimenta cobre e que 60% do metal é transformado em Joinville. “Isso ocorre exatamente pela eficiência do Porto de Itapoá, que é realmente um indutor de desenvolvimento”, afirmou.

Presente na sessão, o senador Espiridião Amin comentou sua recente participação no mais importante evento de interconectividade industrial do mundo, o World Mobile Congress, em Barcelona. “Foi muito bom ouvir lá em Barcelona elogios à modernização dos nossos portos e um dos bons exemplos citados foi o Porto Itapoá”, comemorou.

Outro tema destacado na reunião foram os acessos logísticos ao Porto Itapoá. Foram apresentados os status dos projetos referente ao acesso marítimo e acesso rodoviário, prevendo a atenuação da curva do primeiro e a duplicação das rodovias estaduais e municipal que dão acesso ao Terminal. Além disso foi apresentado um estudo que está sendo iniciado para avaliar a viabilidade de um acesso rodoviário à região, tendo como hipótese a conexão entre as linhas férreas que hoje atendem os portos de São Francisco e Paranaguá, passando pelos municípios de Guaratuba (PR), Garuva (SC) e Itapoá (SC).

Além das autoridades citadas, a reunião contou com a presença do Executivo da Câmara Transporte e Logística da FIESC, Egídio Antônio Martorano, dos deputados federais Celso Maldaner, Ângela Amin e Carmen Zanotto, do Superintendente da PRF, André Saul Nascimento, do consultor Saulo Noronha, do Superintendente dos Portos Organizados Delegados ao Estado de Santa Catarina, Jamazi Alfredo Ziegler, Lisandro Parra, representante do Consulado da Argentina, e Marcelo Salles, da Salles Salles Consultoria Portuária.

Sobre o Porto Itapoá
O Porto Itapoá iniciou suas operações em junho de 2011, sendo considerado um dos terminais mais ágeis, eficientes e sustentáveis da América Latina e um dos maiores e mais importantes do País na movimentação de cargas conteinerizadas, segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). Situado no litoral norte de Santa Catarina, o Porto Itapoá está posicionado entre as regiões mais produtivas do Brasil, contemplando importadores e exportadores de diversos segmentos empresariais.

Sua localização privilegiada, na Baía da Babitonga, proporciona condições seguras e facilitadas para a atracação dos navios. Com águas calmas e profundas, a Baía é ideal para receber embarcações de grande porte, uma tendência cada vez mais adotada na navegação mundial.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*