Garuva oferecerá oficina de artesanato com cipó-imbé

Para valorizar a cultura material de cipozeiras e cipozeiros, a Prefeitura de Garuiva irá oferecer um curso para a comunidade, com técnicas relacionadas ao artesanato em cipó-imbé.  Pessoas interessadas em participar devem mandar e-mail para judithcipozeira@gmail.com, com envio de nome completo, CPF, RG e indicação de oficinas de interesse. 

As oficinas são gratuitas e o transporte deve ocorrer por conta própria das pessoas participantes. As vagas são limitadas, serão 20 vagas por oficina, e a seleção de participantes ocorrerá por ordem de e-mails recebidos. A garantia ou não de vaga será indicada em resposta ao e-mail. 

As técnicas a serem trabalhadas nas oficinas envolvem todo o processo relacionado ao fazer do artesanato e ao saber local, que conjugam o manejo sustentável das fibras de cipó-imbé (Philodendron Corcovadense Kunth) segundo técnicas seculares, o beneficiamento do material e o aproveitamento de todos seus constituintes e o trançado (ou tecido) de peças tradicionais, como apoios de panela, chapéus, cestos, balaios, bandejas, entre muitos outros. 

O município de Garuva reconhece a identidade de cipozeiros e cipozeiras através da lei municipal 1981/2017, e a valorização das práticas locais visa enaltecer não somente a tradição do artesanato, mas também a identidade cultural destas pessoas. O projeto será executado com recursos do Governo Federal e Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*