Garuva é destaque em relatório estadual de chuvas em janeiro e deixa mapa da estiagem

Em setembro de 2021, Garuva constava entre os 147 municípios catarinenses classificados com ‘seca moderada’, devido as chuvas registradas abaixo da média, segundo relatório hidrometeorológico de Santa Catarina.

Espaço publicitário

Nesse período, especialistas do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres alertaram que o município poderia registrar alguns danos nas culturas, pastagens, córregos, além de contabilizar reservatórios e poços com níveis baixos, estimulando campanhas para racionamento de água.

Garuva estava entre os 147 municípios catarinenses classificados com seca moderada. Arte: Divulgação

Com a chegada de janeiro, agora, o município tornou-se destaque estadual quando o assunto é volume de chuva: 502 mm, o maior registro de acúmulo chuvoso do Estado. De acordo com o relatório disponibilizado nesta segunda-feira (7), a abundância de chuva foi decorrente da influência da circulação marítima e favoreceu para a saída do município do mapa da estiagem.

Segundo relatório, Garuva registrou 502 mm de chuva em janeiro. Arte: Divulgação

Fevereiro: chuvas abaixo da média

Janeiro foi de ambundância de chuva para o município; porém, segundo previsão da Epagri/Ciram, Garuva regitrará em fevereiro um índice chuvoso abaixo da média climatológica, assim como demais municípios catarinenses. A pouca chuva no âmbito estadual agravará a estiagem no Planlato Norte e Oeste de Santa Catarina, onde a seca tornou-se mais severa.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Siga o Folha Norte SC e receba mais notícias de Garuva e região

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*