Estudo vai avaliar concessão do transporte aquaviário entre Joinville e São Francisco do Sul

Duas importantes ordens de serviço para o sistema de transporte aquaviário no Norte de Santa Catarina foram assinadas nesta quarta-feira, 9. Uma autoriza o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental da travessia entre Joinville e São Francisco do Sul e a outra dá início ao restabelecimento da sinalização da Hidrovia Kurt Gern, Baía de São Francisco.

A travessia entre São Francisco do Sul e Joinville é operada por uma empresa particular sob autorização emitida na década de 1980, pelo extinto Deter.

WhatsApp Image 2022 03 09 at 17.08.37 1

O prazo para a execução do serviço é de dois meses e o valor do investimento é de R$ 300 mil. Foto: Divulgação

“Queremos otimizar a prestação desse serviço, inclusive com a construção de terminais de passageiros”, explica o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira.

A ideia é estudar a operação para avaliar se é passível de concessão e em que condições. Isso será possível por levantamentos de dados como número de usuários, frota, possíveis novos e melhores traçados, menor impacto ambiental, valores de tarifas, segurança, conciliando, ainda, a questão do uso turístico da ferramenta.

A análise tem prazo de 150 dias para ser realizada pela empresa que venceu a licitação, MTCN Consultoria. O material servirá de base para a elaboração do edital para a concessão do serviço.

Sinalização náutica

Já o restabelecimento da sinalização náutica da Hidrovia Kurt Gern, Baía de São Francisco, deve começar nos próximos dias. Serão instaladas boias e luzes novas na hidrovia, com o objetivo de tornar mais segura a navegação de barcos de pesca, embarcações turísticas e de passageiros que trafegam no local, que tem solo rochoso e bancos de areia.

O prazo para a execução do serviço é de dois meses e o valor do investimento é de R$ 300 mil.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*