Em SC, novas leis incentivam o ciclismo de montanha e a permanência de jovens no campo

A medida, publicada no Diário Oficial na noite desta segunda-feira (5), busca a exploração sustentável de trilhas localizadas em áreas públicas e parques estaduais

Foi sancionada pelo governador Carlos Moisés a lei (18.155/2021) que cria o Programa Estadual de Incentivo ao Ciclismo de Montanha. A medida, publicada no Diário Oficial na noite desta segunda-feira (5), busca a exploração sustentável de trilhas localizadas em áreas públicas e parques estaduais.

Pelo texto, compete ao Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) elaborar, em conjunto com associações da área, regulamento e estudos necessários para a demarcação geográfica, sinalização, implantação e manutenção dos circuitos internos de trilhas para ciclismo nos parques e encostas das montanhas do Estado de Santa Catarina.


Foto: Divulgação/Ciclo Trilhas Floripa             

O IMA ainda deve firmar parcerias com as associações representativas e disponibilizar palestras e materiais didáticos, objetivando à educação ambiental dos participantes dos circuitos. A iniciativa é de autoria do deputado Marcos Vieira.

Êxodo rural

Também virou lei (18.152/2021) o projeto da deputada Luciane Carminatti que institui o Programa Jovem Agricultor, para incentivar a permanência dos filhos de agricultores no campo. A iniciativa prevê a concessão de financiamento para aquisição de maquinários, insumos e implementos agrícolas, com taxas e prazos de liquidação diferenciados. O Governo do Estado deverá regulamentar a lei.

Outra medida – Lei 18.153/2021 – que entrou em vigor nesta segunda-feira trata da atuação dos bombeiros voluntários em SC. Antes, os cidadãos que prestavam serviço voluntário atuavam apenas nas áreas de combate a incêndio e atendimento pré-hospitalar; agora, com a mudança no texto, eles poderão atuar e receber ressarcimento também nos serviços sociais, como, por exemplo, na Banda de Música do CBMSC e no Projeto Golfinho. A lei é de origem do Executivo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*