Edson Back volta à Câmara de Vereadores de Garuva

Após uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral, Edson Jair Back do Republicanos voltou a ocupar seu assento na Câmara de Vereadores de Garuva. O vereador chegou a ficar 15 dias afastado do legislativo após uma decisão judicial que cassou seu mandato. O vereador foi substituído pelo suplente Klaus Eduardo Lennertz, do MDB.

De acordo com a nova decisão do dia 16 de dezembro, foi constatado que não houve fraude de má-fé por parte da coligação “Juntos Pelo Povo Garuvense”, já que a cota de mulheres não foi preenchida devido a um problema de cumprimento de prazos para suas candidaturas.

Espaço publicitário

Em seu retorno, Edson foi recebido pelos vereadores que, segundo ele, sempre o receberam bem e ressaltou em discurso de sua nova posse que foi eleito pelo povo e retornou para fazer jus aos votos que conquistou. O vereador também destacou que “o que estão fazendo comigo é perseguição, o MDB precisa entender que o voto é soberano”, disse sobre o partido que estava do outro lado da cadeira na disputa judicial. 

Outro tema abordado por Edson foi uma questão também dentro de seu próprio partido. “No meu partido, infelizmente tem uma pessoa lá dentro que quer mandar em tudo e acha que a política não evoluiu, não é mais a política de antigamente”, afirmou. 

O Folha Norte SC está em contato com o diretório do MDB de Garuva para apresentar um parecer sobre a decisão judicial, mas, até o momento, não houve retorno.

Entenda o caso

No dia 7 de outubro, por unanimidade, os juízes do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina votaram pela cassação do mandato do vereador. De acordo com o documento, a chapa “Juntos Pelo Povo Garuvense” não cumpriu com a cota de mulheres inscritas para concorrer ao legislativo municipal, que é de 30%. 

O relatório apresenta que, no período eleitoral, as candidaturas de três mulheres da chapa foram deferidas por não cumprirem com o quesito de estarem filiadas a um partido com seis meses de antecedência à candidatura, o que culminou em um número inferior a 30% de candidaturas femininas no partido.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Siga o Folha Norte SC e receba mais notícias de Garuva e região

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*