Dengue em Araquari e SFS: municípios surgem em classificação de risco de contaminação pela doença

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), divulgou nesta semana o resultado do Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa) realizado no mês de março de 2022 pelos municípios considerados infestados pelo Aedes aegypti. Na análise, os municípios de Araquari e São Francisco do Sul foram classificados como nível baixo para o risco de infecção pela dengue.
O LIRAa é uma atividade que foi desenvolvida pelo Ministério da Saúde em 2002. Ela permite a identificação de áreas com maior proporção/ocorrência de focos, bem como dos criadouros predominantes, indicando o risco de transmissão de dengue, febre de chikungunya e zika vírus.

A atividade é realizada por meio da visita a um determinado número de imóveis do município, onde ocorre a coleta de larvas para definir o Índice de Infestação Predial (IIP). Conforme definido na Estratégia operacional do estado de Santa Catarina, os municípios infestados devem realizar a atividade nos meses de março e novembro.

Em 2022, já foram identificados 82 focos do mosquito em São Francisco do Sul; em Araquari, o número de focos chega a 281. Mesmo com a alta de focos, não foram identificados casos da doença nos municípios.

Fonte: Dive SC

Edição: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Siga o Folha Norte SC no Facebook receba mais notícias de Araquari, São Francisco do Sul e região!

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*