Araquari ultrapassa 50 mortes por Covid-19; Saúde alerta para medidas de prevenção

Só nos quatro primeiros meses deste ano foram registrados 61% dos óbitos. A maioria dos casos são de homens, totalizando 36. Já a faixa etária com maior incidência é acima de 60 anos, com 29 casos

Desde o primeiro registro, em 16 de junho do ano passado, 52 moradores de Araquari perderam a vida em decorrência da doença. Só nos quatro primeiros meses deste ano foram registrados 61% dos óbitos. A maioria dos casos são de homens, totalizando 36. Já a faixa etária com maior incidência é acima de 60 anos, com 29 casos. O Itinga soma o maior número de mortes (31), mas o perfil, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), aponta que houve óbitos em mais oito bairros: Centro, Barra do Itapocu, Itapocu, Porto Grande, Corveta, Guamiranga, Rio do Morro e Rainha.

Para a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Ana Paula dos Reis, a população precisa continuar com os cuidados preventivos. “Esta é uma uma triste marca pro município, lamentamos muito pelas vidas perdidas. É importante ressaltar que a doença é grave e pode trazer sérias complicações de saúde. Por isso é importante lembrar do uso de máscara, o distanciamento social e a lavagem das mãos continuam sendo a principal forma de prevenção contra coronavírus.”

Em pouco mais de um ano de enfrentamento à pandemia do coronavírus, a Prefeitura de Araquari investiu cerca de R$ 3 milhões em equipamentos, contratação de profissionais e ações. Em meio ao aumento de casos positivos e óbitos, a SMS está trabalhando na implantação de um Centro de Triagem no bairro Itinga, onde atualmente é a Unidade Básica de Saúde Geny Westrupp, mas ainda não há prazo definido para abertura. O bairro lidera, também, o número de casos positivos acumulados desde o início da pandemia, 1.265 .

Vacinação em Araquari

Desde o início da vacinação, em janeiro, Araquari recebeu 3.380 doses do imunizante e até essa terça-feira, 20, aplicou 79% das doses nos grupos prioritários da campanha: trabalhadores da saúde, indígenas, quilombolas, idosos acima de 65 anos e trabalhadores das forças de segurança. Araquari acumula 2.459 casos positivos de Covid-19, sendo que 113 estão em tratamento.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*