Araquari retoma aulas 100% presenciais a partir de 13 de setembro

Com a mudança, os pais ou responsáveis não terão mais a opção de manter as crianças em ensino híbrido, com as atividades não presenciais, como estava acontecendo desde o início do ano letivo de 2021

Para atender os critérios do decreto estadual 1.408 e da portaria 1.967/2021, de 11 de agosto, a Prefeitura de Araquari, por meio da Secretaria Municipal de Educação, retoma o ensino 100% presencial a partir do dia 13 de setembro. Com a mudança, os pais ou responsáveis não terão mais a opção de manter as crianças em ensino híbrido, com as atividades não presenciais, como estava acontecendo desde o início do ano letivo de 2021. Somente as crianças com comorbidades e que apresentarem atestado médico continuarão neste formato. 

Pais ou responsáveis devem procurar a unidade escolar à qual a criança está matriculada para saber informações mais específicas. Todas as mudanças e regras dessa retomada estão descritas na instrução normativa 09/2021, publicada no Diário Oficial do Município de Araquari nesta terça-feira, dia 30.

O secretário municipal de Educação, Francisco Airton Garcia, explica que a equipe técnica da pasta está trabalhando na organização da retomada totalmente presencial, que deve acontecer da seguinte forma: estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental (pré-escola 2 ao 5º ano) serão divididos em dois grupos e cada grupo frequentará a unidade escolar em semanas alternadas. Já as crianças das creches (de 0 a 4 anos) serão distribuídos em dois grupos, mas atendidos por turnos (matutino e vespertino). 

Apesar dessas mudanças, todas as medidas sanitárias de prevenção ao coronavírus serão mantidas: distanciamento de pelo menos um metro de cada criança dentro da sala de aula; uso de máscara de proteção obrigatório; higienização frequente das salas de aula e disponibilização de álcool em gel. Além disso, cada unidade escolar irá organizar o intervalo conforme a estrutura, ou seja, em algumas será possível utilizar o refeitório, em outras o lanche seguirá sendo oferecido em sala de aula. Importante também que cada estudante leve uma garrafa com água para uso individual.  

O decreto estadual prevê também o retorno presencial de todos os profissionais da educação após 28 dias do ciclo de imunização completo. Somente as gestantes não se enquadram nessa medida, por conta da lei federal 14.151, que prevê o afastamento das atividades presenciais durante a pandemia do coronavírus. O secretário explica ainda que, “por conta de diversos motivos, ainda há profissionais que não estão imunizados com a segunda dose e, por isso, o quadro de servidores não está completo”. 

A Secretaria Municipal de Educação pede ainda que os pais ou responsáveis fiquem atentos quanto aos sintomas de Covid-19 nas crianças ou em algum membro familiar. Em casos suspeitos, a orientação é para que se mantenham em isolamento domiciliar, evitando assim o contágio da doença e comuniquem a direção da unidade escolar.

Siga o Folha Norte SC e receba mais notícias de Araquari e região!

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*