Araquari e Garuva ainda permanecem infestados pelo mosquito da dengue, alerta Dive

Municípios já registraram casos da doença este ano

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) divulgou no dia 24 de julho o último boletim sobre a situação da vigilância entomológica do Aedes aegypti e a situação epidemiológica de dengue. Entre os 218 municípios catarinenses que identificaram focos do mosquito, Araquari e Garuva ainda estão entre os níveis mais graves, considerados pelo gráfico da vigilância como ‘infestados’.

Gráfico mostra municípios com focos do mosquito da dengue. Arte: Dive

A definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos. Só neste ano, foram confirmados 29 casos de dengue em Araquari e 11 em Garuva que desde o início do ano são considerados municípios infestados pelo mosquito.

No período de 3 de janeiro a 24 de julho de 2021, foram identificados 44.965 focos do mosquito Aedes aegypti em 218 municípios. Comparando ao mesmo período de 2020, quando foram identificados 24.119 focos em 187 municípios, observa-se um aumento de 86,4% no número de focos detectado.

Vistoria em Garuva

As agentes de endemias e agentes comunitárias de saúde voltam a realizar mutirão de visitas nas residências e pontos estratégicos para verificar possíveis focos do mosquito e eliminá-los. A população de mosquitos até diminui no inverno, mas os ovos podem sobreviver até um ano e meio em recipientes secos. E para eclodir, é só ter contato com a água.

Apesar da baixa temperatura registrada nos últimos dias em Garuva, os agentes ainda estão encontrando focos positivos do mosquito transmissor da dengue, principalmente nos lixos acumulados por alguns moradores.

É necessário manter os cuidados e as medidas de prevenção durante todo o ano. São ações simples:

✔️ Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda
✔️ Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo
✔️ Mantenha lixeiras tampadas
✔️ Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana
✔️ Mantenha ralos fechados e desentupidos
✔️ Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo uma vez por semana
✔️ Retire a água acumulada em lajes
✔️ Limpe as calhas

É importante que o morador atenda os agentes em saúde, deixem que entrem no seu terreno para verificar possíveis focos para eliminá-los. Eles fazem uma tarefa essencial nesse momento, inclusive tirando dúvidas da população. Durante a realização das visitas, os agentes de saúde estarão identificados, utilizarão máscaras e irão manter o distanciamento das pessoas, evitando o contágio pelo coronavírus.

O município possui 64 armadilhas instaladas e mais 22 pontos estratégicos para encontrar os focos e eliminá-los. A Prefeitura tem que fazer o trabalho dela, mas essa batalha é de todos nós.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Siga o Folha Norte SC no Facebook e receba mais notícias de Araquari, Garuva e região!

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*