Aparição de lagartas venenosas preocupa moradores de Garuva

Ela tem uma aparência ‘fofa’ e é carinhosamente conhecida como “lagarta cachorrinho”, porém, por trás de suas sardas peludas se escondem um veneno doloroso. Conhecida pela ciência como Podalia orsilochus, a lagarta na vida adulta se transforma em uma mariposa, mas é em sua fase de crescimento que o animal torna-se perigoso.

Várias desta espécie já foram encontradas no Centro de Garuva, como conta o morador Ruan Diego Lach, de 38 anos,
que registrou o momento e divulgou nas redes sociais como um alerta. De acordo com Ruan, seu sobrinho foi até um pé de acerola para pegar as frutas e encontrou a infestação. Imediatamente, o morador providenciou a eliminação dos animais do local.

Lagarta pode causar queimaduras na pele. Foto: Divulgação

Em contato com a pele humana, os pelos causam sensação dolorosa semelhante à provocada em queimaduras por substâncias químicas cáusticas ou fogo. Recomenda-se colocar gelo, o mais rápido possível, na área afetada por 20 minutos ou mais. A aplicação de água em abundância também é alternativa que dá bons resultados. Evite pomadas para queimaduras, pasta de dente, álcool ou amoníaco. Se houver sintomas mais graves, recorra a um médico imediatamente.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Siga o Folha Norte SC e receba mais notícias de Garuva e região

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*