“Sei que temos grandes desafios pela frente”, diz novo coordenador de cultura da Amunesc

O garuvense Luiz Henrique da Silva, professor de música, contou em entrevista ao Folha Norte SC que pretende estimular a integração entre as diferentes práticas culturais dos municípios, para desenvolver um senso coletivo de cultura

O professor de música Luiz Henrique da Silva tornou-se nesta semana o novo coordenador do colegiado de cultura da Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), para o ano de 2021. E sua primeira reunião na coordenadoria, falou sobre a importância da Associação para a região. “Nossos municípios são todos vizinhos e nossos limites, na verdade, são pontos que nos conectam. Sei que temos grandes desafios pela frente e vamos usar muito a estrutura da Amunesc para dar suporte aos nossos municípios”, declarou Luiz Henrique, que também é chefe do setor de cultura de Garuva. Em entrevista ao Folha Norte SC, o professor contou que pretende estimular a integração entre as diferentes práticas culturais dos municípios, para desenvolver um senso coletivo de cultura, além de divulgar os talentos artísticos dos moradores para toda Santa Catarina.

As aplicações da Lei Aldir Blanc e os recursos para o setor cultural foram os principais temas debatidos na primeira reunião do ano realizada pelos secretários e gestores da região da associação. Este foi o primeiro encontro do ano do Colegiado, que busca agora estruturar os trabalhos para 2021. A reunião foi realizada por videoconferência.

Entre os municípios da região, poucos conseguiram executar todos os recursos recebidos da união através da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. A expectativa dos gestores municipais é pela publicação do Decreto de Regulamentação Federal da Medida Provisória 1.019/2020, que ampliará os prazos de execução dos projetos premiados nos Editais da Lei Aldir Blanc em todo o Brasil.

“Sabemos que os trabalhadores e as trabalhadoras da cultura foram fortemente afetados pela pandemia e continuam necessitando deste recurso. Precisamos unir forças para atender o setor cultural e buscar a aprovação desta ampliação, dando mais tempo para os municípios publicarem novos editais e contemplarem mais pessoas”, disse a mentora do Colegiado, Iraci Seefeldt.

A mentora também apresentou outras alternativas de captação de recursos e fez um apelo para que a região olhe para a cultura sob o ponto de vista do desenvolvimento econômico sustentável, além de destacar a transversalidade da cultura com áreas como a saúde e a educação. “Precisamos sempre lembrar que a cultura também é um mecanismo de prevenção à saúde”, concluiu Iraci.

Para a vice-coordenadora Luciane Noeli Hack, de Rio Negrinho, as expectativas são positivas: “Com essa união nós podemos fazer um grande trabalho, tanto em cada município quanto para a região. Trocando ideias e articulando projetos, juntos vamos fazer a diferença”, afirmou. A próxima reunião do Colegiado de Cultura da Amunesc está agendada para o dia 07 de abril, as 10h.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*