São Francisco do Sul estuda criação de ‘Sala Lilás’, espaço voltado para atendimento de vítimas de violência

Espaço será exclusivo para atendimento de crianças, adolescentes, mulheres e idosos vítimas de algum tipo de violência, com suporte profissional e de forma humanizada

O delegado Rafaello Ross esteve na Prefeitura, ontem (3), para tratar com a equipe da Prefeitura a criação de um espaço exclusivo para atendimento de crianças, adolescentes, mulheres e idosos vítimas de algum tipo de violência. A partir de um modelo já adotado em outras cidades, conhecido como Sala Lilás, um espaço exclusivo dentro das delegacias para a proteção deste público, surgiu a ideia da criação de um projeto pioneiro em São Francisco do Sul, a Casa Lilás.

A proposta é ter um espaço condizente com as necessidades de atendimento das vítimas, com suporte profissional e de forma humanizada. “Estamos batalhando pela consolidação de uma Delegacia Regional em São Francisco do Sul que irá permitir que tenhamos uma delegacia de atendimento especializado para crianças, adolescentes, mulheres e idosos. A criação da Casa Lilás é o primeiro passo para integralizar essa rede de apoio a essas vítimas”, pontua o prefeito.

Autoridades se reuniram nessa quarta-feira (3), para discutir a proposta.
Foto: Prefeitura de São Francisco do Sul

O delegado, que não atua mais no município, pretende apoiar essa iniciativa. “A minha ideia é fazer acontecer. É um investimento baixo em vista de todo o serviço que será disponibilizado. Percebendo que as coisas podem evoluir, estamos à disposição”, garante Ross.A Prefeitura fará um mapeamento para buscar um imóvel que possa abrigar os serviços previstos na Casa Lilás. Além do prefeito Godofredo Gomes Moreira Filho, participaram da reunião, a primeira-dama do município, Dagmar Caregnato Moreira, o secretário de Governo, Tufi Michreff, o secretário de Assistência Social, Sandro Maier Cardoso, e membros de sua equipe.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*