Desastre ambiental em Garuva: Município registra mortes de peixes após vazamento de caminhão com produto tóxico

Defesa Civil de Garuva interditou áreas de banho no rio para evitar contaminação com o líquido

Cerca de 90% – 23 mil litros – de uma carga com líquido tóxico vazou de um caminhão após acidente envolvendo um carro de passeio, na manhã deste sábado (13), em Garuva. Não houve mortes. O líquido se espalhou pela BR 367 e adentrou às margens do rio São João, contaminando suas águas e, até o momento, matando centenas de peixes e camarões de água doce.

Gravação: Herison Schorr

De acordo com o Corpo de Bombeiros do município, foi necessário acionar um caminhão com terra para realizar um contenção na canaleta lateral da pista, onde estava vazando o produto, além de acionar, também, o Corpo de Bombeiros do Paraná e Defesa Civil dos dois estados, já que o local do acidente pertence ao estado vizinho.

Ainda de manhã, a Defesa Civil de Garuva interditou áreas de banho no rio para evitar contaminação com o líquido tóxico.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*