Casal de idosos perde casa em incêndio, em Garuva

“Quando cheguei, ele estava tentando apagar o incêndio com um potinho de sorvete”, disse um dos filhos sobre o pai de 95 anos que estava no local

Uma casa de mais de 50 anos foi consumida em questão de minutos por um incêndio, na localidade de Urubuquara, em Garuva. Dentro dela, moravam o agricultor Sebastião Silveira, de 95 anos, e sua esposa Catarina Tomazoni, de 78. De acordo com Flávio Silveira, 45, filho do casal, o incêndio começou por volta das 8h da manhã. Ele estava no trabalho, que fica em frente à casa dos pais, quando foi avisado das chamas que saía da casa dos idosos. “Quando cheguei, ele estava tentando apagar o incêndio com um potinho de sorvete”, disse sobre o pai.

Casa foi consumida pelo fogo em questão de minutos. Foto: Herison Schorr

De acordo com Flávio, colegas da empresa e de empresas próximas ajudaram no resgate dos pais e de alguns móveis; os demais, foram consumidos pelo fogo. “Agradeço ao pessoal da Zinco Ligas e da Baviera que vieram me ajudar”, destaca.

Dona Catarina, que morava no local desde seus 17 anos, conta que estava na cozinha no momento do incêndio, e não sabe como começou o fogo. “Só salvou a geladeira, o freezer e o fogão”, lamenta. Para seu Sebastião, agora, o futuro pertence a Deus. “Vou me virar, né, dou um jeito. O que puder fazer eu faço. Pedir; roubar não dá”, sugere. De acordo com a família, seu Sebastião tem Alzheimer e minutos depois do incêndio, pedia para voltar para casa, pois não lembrava mais do ocorrido.

Sebastião e Catarina acompanhados da nora e do filho. Foto: Herison Schorr

Uma construção quase pronta nos fundos da casa de Flávio será o novo lar dos pais; porém, como perderam grande parte dos móveis, além de todas as roupas, a família está aceitando doações.

Para os leitores que quiserem colaborar com a arrecadação on-line, clique aqui. Para mais informações, entre em contato pelo WhatsApp: 47 99281-8912.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*