Rei da embaixadinha passa por Araquari

São 137 cidades e mais de 2.273 km de estrada com a prática esportiva

Ele começou cedo, após assistir o ídolo do esporte fazendo algumas manobras com a bola e depois de muita prática, aos 8 anos de idade, Martinho Eduardo Orige, conhecido atualmente como o “rei da embaixadinha”, já fazia 10 mil trocas de bola com os pés. 

“Eu comecei em 1979, vendo o Zico, nosso craque do futebol dominando a bola e fazendo a voltinha. De lá para cá comecei a treinar e em 1980 foi quando comecei a fazer algumas apresentações no Estado de Santa Catarina e também no Rio Grande do Sul”, conta. 

Foto: Prefeitura de Araquari

Martinho é recordista mundial, quando o assunto é embaixadinha. Em 2003, ele entrou para o Guinness Book e manteve seu recorde em 2005, 2012, 2016 e 2019, quando ficou 26 horas e 1 minuto trocando a bola de um pé ao outro. Martinho já passou por estradas de chão, asfalto, praias, morros e pretende bater o recorde fazendo embaixadinhas no maior número de cidades.

Em setembro de 2019, Martinho deu início ao projeto “Domínio da Bola por Santa Catarina” e até o momento foram 137 cidades, contando Araquari e mais de 2.273 km percorridos fazendo embaixadinhas. Em Penha, ele quebrou o próprio recorde de mil quilômetros e Martinho não pretende parar por aí. 

Foto: Prefeitura de Araquari

“Depois de terminar o “Domínio da Bola por Santa Catarina” e pegar os 295 municípios, colocar no Guinness, livro dos recordes, daí sim, eu acredito que vou fazer 48 horas de embaixadinhas e depois, quem sabe, até a volta ao mundo”.

Determinação não falta. Só em Araquari foram três quilômetros percorridos. E durante a semana, o rei da embaixadinha ainda deve seguir pelas cidades de Jaraguá do Sul, Joinville e Guaramirim. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*