A terapia que virou arte com o talento de Vanessa, em São Francisco do Sul

“Isso me acalma e me dá um lucro”, destaca a artesã

Fazer da arte um instrumento terapêutico torna-se, a cada dia, um novo seguimento para tratamentos emocionais. Vanessa Cunha Neves, moradora da rua Penha, em Ubatuba, São Francisco do Sul, viu sua ansiedade amenizar ao iniciar um tratamento alternativo com a produção de decoupague com guardanapos de papel.

Enquanto se despedia do transtorno, chegava a conclusão de que havia descoberto um novo complemento para ajudar na renda. “Isso me acalma e me dá um lucro”, destaca.

Utilizando a marca americana de guardanapos, a Michel Desing Works, a artesã orna madeiras recicladas, caixas de mdf, barricas – que vem argamassa dentro -, placas de porta, cinzeiros, potes e porta tempero. De acordo com ela, os produtos são vendidos entre R$ 20 a R$ 120.

Foto: Divulgação

Segundo a artesã, os valores que obtém com as vendas de seu trabalho variam em torno de R$ 200 e R$ 300 por mês, e, para crescer com o negócio, pretende no ano que vem ter uma barraca de artesanato na praia ou loja física.

Para os leitores que quiserem encomendar os artesanatos de Vanessa, entre em contato pelo WhatsApp: 43 99689260.

Siga a artesã nas redes sociais: Instagram: @VanArtesDecoupague.

Texto: Herison Schorr

Jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Siga o Folha Norte SC no Facebook!

1 Comment on "A terapia que virou arte com o talento de Vanessa, em São Francisco do Sul"

  1. Que lindo…peças maravilhosas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*