Votação de cassação do prefeito de São Francisco do Sul volta ao plenário amanhã (30)

Prefeito de São Francisco do Sul, Renato Gama Lobo. Imagem Prefeitura de São Francisco do Sul.

Após suspensão no dia 21 deste mês, o tema volta a tona nesta quinta-feira para desfecho.

Após suspensão, nova sessão para julgar os pedidos de cassação do prefeito Renato Gama Lobo e do vice-prefeito, Walmor Berreta Júnior (ambos do PSD), de São Francisco do Sul, está marcada para amanhã (30), às 11h. A primeira votação ocorreu no dia 21 deste mês, na sede do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC). Dos sete juízes que estavam presentes na sessão, três votaram a favor da cassação e um pediu vistas do processo. Por conta disso, a sessão teve de ser interrompida e só voltaria ao plenário depois do juiz analisar. 

Entenda o caso

Os pedidos de cassação do prefeito de São Francisco do Sul e seu vice são consequência de uma investigação que envolve 13 atos ilícitos que podem ter sido cometidos durante as eleições municipais de 2016. Entre as acusações estão questões de boca de urna, capitação ilícita de votos, abusos de poderes econômico, político e religioso, propaganda eleitoral antecipada e uso indevido dos meios de comunicação.

Como consequência da ação, Renato Gama Lobo e Walmor Berreta Júnior podem perder o mandato, ficar inelegíveis por dois anos e haverá a realização de novas eleições.

O pedido de investigação foi feito em dezembro do ano passado e partiu da coligação “Uma Cidade para Todos” (PMDB/PRB/PTB/PTC). A Prefeitura de São Francisco do Sul não se pronunciará sobre o caso até a decisão final do TRE.

About the Author

Karina Oesterreich
Jornalista formada pelo Bom Jesus/Ielusc. Apaixonada por jornalismo literário e jornalismo de viagem.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*