Portaria do Ministério da Saúde prorroga habilitação de leitos de UTI em SC

As unidades terão a habilitação prorrogada por mais 30 dias, contados a partir da data de expiração dos 90 dias das habilitações iniciais

O Ministério da Saúde publicou na última sexta-feira, 4, duas portarias que prorrogam a habilitação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) para o enfrentamento da Covid-19 em quatro unidades hospitalares de Santa Catarina.

Pelas portarias números 2.372 e 2.371, publicadas no Diário Oficial da União e assinadas pelo ministro da Saúde interino, Eduardo Pazuello, as unidades terão a habilitação prorrogada por mais 30 dias, contados a partir da data de expiração dos 90 dias das habilitações iniciais.

Em Santa Catarina, foram prorrogadas as habilitações de 47 leitos de UTI adulto. A medida contempla as seguintes unidades: Hospital Florianópolis (20 leitos de UTI) e Hospital Universitário (10 leitos), na capital, Hospital Regional Dr. Homero de Miranda Gomes, (10 leitos), em São José, e Hospital Oase (sete leitos), em Timbó.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, destacou que o Governo de Santa Catarina atua junto ao Ministério da Saúde para garantir a habilitação de leitos de unidade terapia intensiva para o combate à pandemia. A medida garantiu segurança no enfrentamento da doença e atualmente a taxa de ocupação hospitalar oscila entre 67% e 69%, uma das mais baixas desde o início da crise.

“Foram abertos 677 novos leitos adultos de terapia intensiva. Além disso, existem outros 134 novos leitos em processo de ativação. Santa Catarina ainda é o estado com a menor taxa de letalidade do país, com índice de 1,3%”, reforça Motta Ribeiro. “Pretendemos manter mais de 50% destes novos leitos para que o Estado possa realizar as cirurgias eletivas”, acrescenta.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado


*