Covid-19: Veja o que muda em São Francisco do Sul após novo decreto do Estado

Algumas medidas já eram adotadas no município, como a proibição de permanência em espaços públicos, como praias, parques e praças

São Francisco do Sul está entre os 111 municípios catarinenses que fazem parte das sete regiões consideradas como gravíssimas em relação ao coronavírus. Ontem (17), o governador Carlos Moisés decretou novas medidas restritivas para essas regiões. Algumas medidas já eram adotadas em São Francisco do Sul por meio do decreto municipal, como a proibição de permanência em espaços públicos, como praias, parques e praças. 

Município registra até o momento 435 casos da síndrome gripal
Foto: Prefeitura de São Francisco do Sul

O decreto estadual também apresenta novas medidas. Entre elas, a suspensão do transporte público municipal por 14 dias, a partir da próxima segunda-feira (20). O município estava atuando, até o momento, com 50% da capacidade dos ônibus. 

As aulas também foram outro tema do novo decreto. Antes, a definição era de volta às aulas no dia 2 de agosto. Agora, a suspensão segue até 7 de setembro.

As demais definições do decreto municipal nº 3.394 seguem em vigor. Entre as principais, São Francisco do Sul estabeleceu horários para abertura e fechamento de comércios, aumentou a fiscalização com cinco equipes de fiscais, criou um call center de denúncias de Covid-19 e proibiu festas e demais aglomerações em espaços públicos e privados do município, com aplicação de multa e responsabilidade criminal. 

As sete regiões de Santa Catarina em situação gravíssima por causa do coronavírus são: região Carbonífera, Foz do Rio Itajaí, na Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí, parte do Litoral Norte, e ainda a região de Xanxerê, no Oeste catarinense.

Fonte: Prefeitura de São Francisco do Sul

Edição: Herison Schorr

Input your search keywords and press Enter.