Idosa de Garuva tem casa atingida pela ventania

“Eu fui deitar, quando escutei o estrondo”, foi a primeira lembrança que Rosa de Oliveira Bonfim, de 74 anos, revelou ao Folha Norte SC

O final da tarde de quinta-feira (25) foi um grande susto para a aposentada Rosa de Oliveira Bonfim, 74 anos, moradora do final da Rua Carlos Borgenhausen, bairro Giorgia Paula, em Garuva. “Eu fui deitar, quando escutei o estrondo”, foi a primeira lembrança que revelou ao Folha Norte SC.

Prejuízo pode chegar a R$ 3 mil para a família que se mantêm com um salário mínimo. Foto: Herison Schorr

No mesmo instante, vizinhos ouviram os gritos de socorro e correram para ajudar a aposentada e seu filho Silvio Rodrigues Bonfim, de 57 anos, que tem problemas de visão.

Os ventos da noite passada arrancaram o telhado da casa de Silvio, que tem problemas de visão. Foto: Herison Schorr

Todo o telhado da casa de Silvio, que mora nos fundos, foi levado pelo vento para cima da residência da mãe, destruindo o telhado feito com eternit e o forro.

Segundo informações da família, o prejuízo estimado é de R$ 3 mil e, com isso, será desafiador conseguir o valor para cobrir a casa antes que a chuva destrua os móveis; a renda da mãe e do filho se resume a apenas um salário mínimo, o qual, metade é usado para comprar medicamentos de Rosa. Com as vistas afetadas pela diabetes, o filho conta que não consegue emprego e aguarda o laudo para, também, receber sua aposentadoria.


Mesmo com a perda dos bens materiais, todos estão aliviados por não se feriram.
Foto: Herison Schorr

Para os leitores que quiserem colaborar com a família de Rosa, entre em contato pelo WhatsApp: 47 99200-6782.

Herison Schorr
Herison Schorr

Escritor e jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc.

Input your search keywords and press Enter.