Família com crianças autistas de Garuva perde casa em incêndio

A dona de casa Sandra Maria de Souza, de 35 anos, tinha seu pequeno lar de madeira como refúgio para a proteção de seus três filhos de 10, 8 e 3 anos durante a quarentena no bairro Três Barras, em Garuva. As preocupações eram ainda maiores por ter dois de seus pequenos diagnosticados com autismo. Mas com o incêndio que atingiu sua casa na manhã de segunda-feira, 30, a proteção foi desmanchada pelas chamas que consumiram a casa e todos os pertences da família, como roupas, alimentos e os poucos brinquedos que as crianças tinham.

Sandra preocupa-se com a saúde dos filhos, agora, sem um lar para a família.
Foto: Herison Schorr

“Foi um susto muito grande”, conta a mãe ao lamentar-se por não ter sobrado nada, mas aliviada pela família se salvar.

Como só havia uma porta na simples casa de fiação antiga, uma das suspeitas da causa do incêndio, Sandra e os filhos quase ficaram presos entre o fogo e a rua, mas todos escaparam sem ferimentos, resgatados pelos avós que, mesmo pertencendo às idades de risco, não hesitaram em acolher a filha e os netos. Agora, há sete pessoas morando na mesma casa.

Com a filha de 10 e o filho de 8 anos diagnosticados com autismo, a família mantém o tratamento das crianças com um salário mínimo. Foto: Herison Schorr

Com um salário mínimo por mês, que são destinados para manter a família e o tratamento das crianças autistas, com medicações e as fraldas que a filha mais velha ainda usa, a família não tem condições para construir uma nova casa, nem comprar roupas, alimentos e brinquedos, fundamentais para o desenvolvimento cognitivo dos filhos. Além da perda, os traumas das crianças ainda estão presentes. “Ele grita na hora de tomar banho”, conta a mãe sobre o caçula.

A casa foi consumida pelas chamas no bairro Três Barras, em Garuva. Foto: Herison Schorr

A situação da família sensibilizou vizinhos e amigos que lançaram uma campanha de arrecadação nas redes sociais. A meta é arrecadar um valor suficiente para a construção de um novo lar à mãe e aos filhos. Para os leitores que quiserem contribuir, clique aqui ou ligue para o telefone: (47) 99240-0811.

Herison Schorr
Herison Schorr

Escritor e jornalista formado pela Faculdade Bom Jesus Ielusc

Input your search keywords and press Enter.